Publicado em 12/02/2018 08h46

Mudanças no Facebook podem afetar eleição e favorecer fake news, dizem especialistas

Especialistas avaliam que a alteração feita pelo Facebook no algoritmo da rede social pode favorecer à disseminação de notícias falsas (as chamadas “fake news”).

Especialistas avaliam que a alteração feita pelo Facebook no algoritmo da rede social pode favorecer à disseminação de notícias falsas (as chamadas “fake news”). A mudança tem como objetivo privilegiar conteúdo de interação pessoal, em vez daquele produzido por empresas de notícias. O coordenador do curso de ciência de dados da Future Law/ IDP-São Paulo, Alexandre Zavaglia Coelho, afirma que, além das fake News, a alteração pode contribuir para ‘a criação de bolhas de pensamento, até a diminuição de canais de notícias, tão importantes para a diversidade de pensamento e para a democracia’. “Considerando que boa parte da população já consome notícias pelas redes sociais, programar os algoritmos para privilegiar conteúdo de outros usuários e diminuir a propagação de conteúdo gerado pelo jornalismo profissional pode causar distorções com graves consequências sociais”, destaca Alexandre Zavaglia Coelho. A advogada especializada em direito eleitoral, Karina Kufa, indica que o momento foi inoportuno para o teste da rede social. “Uma mudança no algoritmo da rede, além de impactar na publicação de fanpages, gera uma grande preocupação para as próximas eleições, já que fake news produzidas e compartilhadas pelos “amigos” terão maior alcance do que as notícias do jornalismo, trazendo uma enorme insegurança à lisura eleitoral”, afirma. 

Autoria: Estadão

  • Link:

Comente essa notícia

Agenda de Eventos
Publicidade
Copyright 2015 © www.folhadaterra.com.br - Todos os direitos reservados
jornalismo@folhadaterra.com.br • Tel/WhatsApp: (71) 9303-3999
Desenvolvimento: Tecnosites